QUE SONS TE MOVIMENTAM?

Sou movida pelos barulhos. Tenho sede & curiosidade de mundo; tenho anseios que desconheço o nome, olhares e ouvidos aguçados querendo provar e experimentar de tudo. O Caos me anima e alimenta. Gosto da desordem mundana, do corre insano da vida, dos sons que completam trilha sonora... A música incessante no Spotify, o ir e vir dos carros riscando asfalto, as pressas atropeladas em buzinas afoitas, o ruído do trabalho, os bips dos horários, o batuque do coração, ora apaixonado, ora ansioso, ora sereno e só Tudo é barulho – e me move. Tudo é ruído & vida. Tudo faz ouvir e vibrar.

Foi um choque quando me vi mais silenciosa do que os outros. Me contavam de barulhos que eu não ouvia, me narravam sons que não conhecia & me assustavam com as conversas que eu não entendia & ria apenas para participar. Eu, com sede de mundo, com curiosidade florida, com anseios e desejos de ser & estar & pertencer, fui ficando isolada dentro de uma bolha silenciosamente solitária & desconhecida.


(...)


Me vi “biônica”. Com um aparelho em cada orelha, todo som ficou audível e todo ruído me fazia vibrar. Com o Spotify cantando diretamente no ouvido, a vida ficou cheia de sons e movimentos e curiosidades. Voltei a ser a mesma velha menina curiosa, com sede de mundo & sonhos cheios de barulho. Esbarrei com ruídos que desconhecia, abracei a irritação dos sonzinhos irritantes, como o incessante tec-tec da chuva na janela ou o pneu riscando asfalto molhado. Tem mais passarinhos na minha primavera e ouço o dia amanhecer. A chave balança melodiosa. O vento tem som de riso.


E o silêncio, amigo, virou escolha. Sou eu quem decido se quietude ou ruído...

66 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo